O centro da cidade, na época do Natal, é mais lindo ainda!
Como se estivéssemos viajando, e estávamos mesmo , fomos seguindo o roteiro dos lugares da Luz do Coração de São Paulo . Descendo do metrô São Bento, , pegamos a rua São Bento, que estava cheia de gente. Sabe, colegas de escritório que quando se encontram fora do trabalho, se divertem, riem, bebem cerveja?

 

 

Havia alguns grupos assim, e na Praça Antonio Prado , fora as mesinhas cheias , uma banda tocava no coreto

 

e um vendedor oferecia pirulitos bem compridos! Quase comprei um, mas fiquei com medo da minha dentista . Açúcar? Não!!

 

 

Na praça do Patriarca, uma árvore com milhares de lampadinhas, fazia um cenário para nós três: o Patriarca, Luli “doce de coco”( viu, Márcia?) e eu, num “selfie”!

 

 

Atravessamos o Viaduto do chá, com direito a um “drone” ( aparece aí no meio da  foto, juro! ) , e apreciamos o coral no Shopping Luz.Avisaram que o Emicida ia se apresentar às 20h.

Voltamos para comer alguma coisa, atravessamos o sinal para pedestre , que era uma arvorezinha de Natal, vimos o Farol Santander com luzes vermelhas.

e fomos ao café Girondino,no Largo São Bento e pedimos uma coxinha, por causa da “curta” tradução em Inglês,

(no cardápio, 1310). Demos risada.

No Mosteiro de São Bento, as projeções eram bonitas, com a história do nascimento de Jesus.

Voltando ao Shopping Luz, passamos outra vez pela Prefeitura onde estavam se apresentando “As bailarinas voadoras”, umas meninas que fazem uma espécie de rapel, bem moderno.
Emicida apresentou poesias de d. Jacira, com d. Jacira, sua mãe. Os textos, mais que poesias, eram bem interessantes e bonitos.
Pegamos o metrô, rumo ao estacionamento, meio longe do centro. Os estacionamentos do centro fechavam muito cedo.
Ficamos um pouco cansadas de tanta andança, mas valeu a pena!


São Paulo, linda como sempre, se apresentou toda iluminada!

 

Compartilhe